Sobre o post

Informação do Autor

Carolina Terra é doutora e mestre em Interfaces Sociais da Comunicação, ambas pela Escola de Comunicações e Artes da USP. É pesquisadora, consultora e professora de Mídias Sociais e Comunicação Organizacional, atuando como docente na Fecap, FAAP, Belas Artes e ECA-USP. É autora do livro Blogs Corporativos (Difusão Editora) e editora do blog RPalavreando.

Será que o Pinterest pega?

Diversos hubs das mídias sociais já aderiram ao Pinterest, alguns veículos se dedicaram a falar sobre ele como uma tendência, mas será que do ponto de vista das RP ele “pega”? Vejamos!

Ele é a mídia social do momento. Agrega compartilhamento de imagens e informações e expõe tais dados em formato de quadros ou “boards”, numa linguagem mais metida…

Cada imagem fica presa por um alfinete virtual a um painel que tem um link ao site de origem. A vantagem do Pinterest é que ele gera tráfego para outros sites, o que pode ser bem interessante para a sua marca ou para o seu website, se você for, obviamente, interessante. Um estudo feito pelo site Shareaholic apontou que o Pinterest envia mais visitantes para outros endereços que Google+, YouTube e LinkedIn juntos.

Estima-se que mais de 10 milhões de pessoas tenham aderido à essa mídia social, sendo que 2/3 dessas são mulheres. Um dado curioso divulgado pela revista Exame é que entre os fãs do Pinterest no Facebook, 97% são mulheres.

Para participar, é preciso receber um convite, até onde sei e criar um cadastro. A partir daí, publique imagens de interesse para outras pessoas ou para suas audiências. Já na área organizacional, as empresas podem publicar produtos, linhas, imagens interessantes, coleções, eventos etc. A GAP tem uma página bacana nesta mídia social, assim como a Travel Channel. O blogueiro brasileiro Carlos Merigo, editor do Brainstorm#9 e a vanguardista de mídias sociais, Tecnisa, também já estão se aventurando por lá.

Do ponto de vista da comunicação, vale uma organização aderir a essa mídia social se trabalha com imagens, fotos, eventos, tem linhas de produtos, coleções etc. Também é válido se a audiência a ser atingida já está nessa mídia social. Muitos usos ainda serão descobertos, é preciso experenciar, tentar, praticar, tatear e ver no que vai dar. Quem aderir primeiro, leva consigo o pioneirismo da tentativa.

Eu estou aprendendo aos poucos sobre essa ferramenta, mas meu perfil já está lá também: http://pinterest.com/carolterra/.

E você, conhece outras empresas interessantes no Pinterest? Tem dicas? Compartilhe aqui!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags: , , , ,

8 Respostas para “Será que o Pinterest pega?”

  1. Olá Carol!

    Adorei o post e já estou fuçando no Pinterest também para ver como funciona e suas oportunidades!

    Concordo contigo! Acho que vale a marca entrar se o Pinterest realmente tiver relação com seus negócios, público…mas isso não só pra essa mídia social, mas pra todas, certo?! ;)

    Um exemplo que li num artigo e já sigo por lá é a Revista Glamour – http://pinterest.com/glamourmag/ – que já está sendo referência por ter boards de suas pautas – como fashion weeks -, além de aproximar leitoras da equipe com os looks das editoras no dia a dia. Enfim, um exemplo aí pra ficar de olho.

    Beijoos!

    2 de março de 2012 at 10:05 Responder
    • Oi, Li, obrigada pela visita e pelo comentário aqui! Sim, vc está certa: essa máxima de esteja onde sua audiência estiver é válida para todas as mídias sociais, inclusive para o Pinterest. Mas, também pode ser papel das organizações desenvolver audiências novas em redes novas como essa. Vamos acompanhar para ver como se desenrola tudo isso. Enquanto isso, vou ver a sua dica da revista Glamour e também ir me desenvolvendo por lá! Beijo grande.

      2 de março de 2012 at 11:38 Responder
  2. Prezada Carolina Terra

    Pessoas e Marcas influentes já estão descobrindo que o Pinterest pode ser uma boa plataforma de divulgação visual. Excelente plataforma para criadores de infográficos, Designers e Agencias

    Temos que ter cautela; Sera mais um fogo de palha? O Pinterest é mais um Formspring? Alguém ainda lembra do Formspring?

    2 de março de 2012 at 12:05 Responder
    • Oi, Gustavo, me fiz essa mesma pergunta ontem: se o Pinterest seria uma moda e, portanto, passageira, assim como foi o Formspring. Creio que só o tempo nos dirá. Mas, como profissionais de comunicação, temos, pelo menos, a obrigação de entender o que é essa nova ferramenta, o que faz, para que fins serve e a quem se dirige, certo? Abs e obrigada pelo comentário.

      2 de março de 2012 at 13:09 Responder
  3. rodrigocogo #

    Adoraria poder comentar com mais consistência o seu post. Mas eu entrei há uns 15 dias nesta plataforma e não consegui mexer ainda. De toda maneira, acho que qualquer organização tem possibilidade de expressar seu posicionamento através de imagens, e neste sentido está apta a inaugurar seus álbuns virtuais – se não com seus produtos, com seu estilo de vida, com seus personagens, com suas peças comunicativas, com as produções de seus clientes… Como comunicadores, na minha visão precisamos ser sempre "early adopters", e como o imperativo da nossa época é a efemeridade, precisamos também avaliar e viabilizar a presença de nossas marcas nestes espaços interativos sempre que possível, mesmo sob risco de não prestar mais a semana que vem.

    2 de março de 2012 at 15:24 Responder
    • Rodrigo, seu comentário está perfeito! Não há o que acrescentar. E sim, nós, comunicadores, temos que ter um passo adiante nesse quesito! Obrigada por sua visita e comentário aqui! Beijos, @carolterra.

      2 de março de 2012 at 15:51 Responder
  4. gustacarneiro #

    Eis uma parte complicada da nossa profissão. Essa atualização constante não é pra qualquer um.

    Embora digam que a era das novas redes sociais esteja no fim, elas continuam aparecendo. Ainda bem que dá pra entrar no Pinterest com o Facebook Connect ou mesmo usando o Twitter, porque se eu tivesse que lembrar mais uma senha estaria perdido.

    Até agora só "pinei" uma imagem, mas espero fazer melhor uso em breve. Vejo vocês por lá.

    4 de março de 2012 at 19:57 Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. Case com…Pinterest! | Blog Relações - 8 de maio de 2012

    [...] Carol Terra perguntou no começo do mês passado se o Pinterest pegava mesmo entre as redes sociais. Talvez seja muito cedo para firmá-lo como o Twitter e Facebook, mas [...]

Deixe uma reposta